Estadão Esporte Clube: Pulo burro

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

O Flamengo perdeu a final da Copa do Brasil para o Cruzeiro no Mineirão por ter a comissão técnica adotado estratégias estúpidas. Em primeiro lugar, o time aceitou o jogo morno e sem emoção do adversário, quando tinha que ter partido pra cima, porque era a única forma de ganhar um título importante neste ano, mais uma vez sem troféu de valor. A segunda foi mandar o goleiro Alex “Muralha” pular sempre no mesmo canto nos pênaltis na decisão de desempate em vez de instruí-lo a esperar o chutador definir o canto antes de pular. Este foi um dos assuntos que abordei como convidado no Estadão Esporte Clube transmitido pelas redes sociais e no portal do Estadão na quinta-feira 28 de setembro de 2017, ao meio dia, na companhia de César Sacheto, Marília Ruiz, Robson Morelli e Gustavo Lopes.

Para ouvir clique no link abaixo:

http://brasil.estadao.com.br/blogs/estadao-podcasts/estadao-esporte-clube-cruzeiro-campeao-da-copa-do-brasil-2017/

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Politica, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/pulo-burro/

Facebook
X
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine a nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

José Nêumanne Pinto

Blog

Jornal Eldorado

Últimas Notícias

Últimas Notícias