Estadão às 5: Mateus, primeiro os meus

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

A tal da reforma política, aprovada na Comissão Especial e a ser encaminhada ao plenário da Câmara para possível votação na semana que vem, é uma mentira do começo ao fim. Primeiro, não é reforma política, pois apenas tem a intenção de manter no mesmo lugar os parlamentares,  cada qual com seu foro para escapar de Moro. Então, sua real denominação poderia ser “Mateus, primeiro os meus”, numa evocação bíblica, ou ainda “quem está fora não entra, quem está dentro não sai”, como no samba Pistom de Gafieira, de Billy Blanco. Outra mentira é o custo do tal fundilho partidário. Ele será proporcional à arrecadação, não fixo em R$ 3,6 bilhões. Foi este meu primeiro comentário no Estadão às 5, programa produzido pela TV Estadão no estúdio da redação do jornal, ancorado por Emanuel Bomfim e retransmitido por Youtube, Twitter e Facebook na quinta-feira 15 de agosto de 2017, às 17 horas.

Para ver clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/mateus-primeiro-os-meus/

Facebook
X
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine a nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

José Nêumanne Pinto

Blog

Jornal Eldorado

Últimas Notícias

Últimas Notícias