Comentário no YouTube: STF não quer Receita no pé

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Alexandre Torquemada de Moraes, relator do decreto de Toffoli para blindar de críticas e outros mal estares os 11 ministros do STF, adiou para o fim do ano conclusão do decreto, que acabaria em julho, em pleno recesso branco dos supremíssimos magistrados. E deu 48 horas para a Polícia Federal entregar a estes os resultados de seu inquérito contra os arararraquers e todas as mensagens hackeadas por eles. Depois de ser indenizado em R$ 5 mil pelo pai de dois adolescentes que espalharam nas redes sociais que ele tinha sido advogado no PCC. Na verdade, seu escritório representou a Transcooper, cooperativa de perueiros, que a polícia paulista, que ele comandou como secretário de Segurança, suspeita ter relações digamos contábeis com o bando. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo:

 

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
Facebook
X
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine a nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

José Nêumanne Pinto

Blog

Jornal Eldorado

Últimas Notícias

Últimas Notícias