Comentário no Jornal Eldorado: E haja recurso!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

A decisão do relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, de mandar o recurso da defesa de Lula contra sua decisão de cancelar o julgamento do recurso anterior na Segunda Turma para julgamento, é providencial: levantamento de Raphael Moraes Moura, publicado no Estadão, mostra que de 30 relatórios por ele apresentados à turma 13 foram rejeitados. Enquanto isso, no plenário seus votos têm vencido. A decisão atrapalha a estratégia da defesa de Lula, que esperava vê-lo livre em agosto para candidatar-se à Presidência pelo PT. Mas não impede o uso abusivo de recursos, que praticamente põe o STF à disposição da caprichosa retórica vazia do advogado Cristiano Zanin e reforça a necessidade da prisão pós segunda instância.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na terça-feira 26 de junho de 2018, às 7h30m)

Para ouvir, clique no play abaixo:

Ou clique no link abaixo e, em seguida, no play:

https://soundcloud.com/jose-neumanne-pinto/neumanne-2606-direto-ao-assunto-2

Para ouvir O Filho do Dono, com Flávio José, clique no link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=5syfaJLN6X0

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/e-haja-recurso/

Assuntos do comentário da terça 26 de junho de 2018

1 – Haisem O relator da Lava Jato, ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin, suspendeu na semana passada o julgamento que estava marcado para hoje na segunda Turma do recurso da defesa de Lula pedindo o cancelamento da condenação de seu cliente pelas primeira e segunda instâncias da Justiça. Mas o Estadão traz agora na primeira página que ontem, à noite, ele resolveu mandar o recurso a essa decisão para o plenário do colegiado. Há algum motivo para tanto?

2 – Carolina A defesa de Lula considerou estranha a citada decisão do TRF 4 por ter sido tomada às vésperas da reunião e voltou a recorrer para cancelar a condenação, tendo agora sido atendida, mas na dependência da marcação da pauta pela presidente do STF, Cármen Lúcia. Enquanto comenta essas platitudes, o advogado Cristiano Zanin Martins se desentendia com Sepúlveda Pertence sobre algo muito mais relevante, o pedido de prisão domiciliar. Por que será, hein?

3 – Haisem O que levou outro ministro do STF, Marco Aurélio Mello, a dizer, em entrevista à Rádio e Televisão de Portugal, que a prisão de Lula é ilegal, pois fere a Constituição?

4 – Carolina Há realmente motivos para que o Ministério Público Federal denuncie o procurador da República Marcelo Muller, o marchante Joesley Batista e seus advogados por corrupção por conta do acordo de delação premiada que o dono da JBS negociou com o ex-procurador geral da Republica Rodrigo Janot e o relator da Lava Jato no Supremo homologou?

5 – Haisem Você não acha que o juiz Sérgio Moro está sendo impertinente ao resistir à decisão do Superior Tribunal de Justiça, que mandou que ele encaminhasse um processo contra o tucano Beto Richa, ex-governador do Paraná, para a Justiça Eleitoral por caixa 2?

6 – Carolina Será que ainda faltam muitos réus da Lava Jato para Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, mandar soltar, depois de ter liberado mais um doleiro da Operação Câmbio, desligo”?

7 – Haisem Você esteve recentemente em Campina Grande no chamado “maior São João do mundo”. Que novidades nos traz sobre a crise de abastecimento de água daquela cidade? A transposição do São Francisco continua funcionando lá a todo vapor?

8 – Carolina Você acha que a Fifa fez bem em punir os jogadores da seleção da Suíça que comemoraram gols da vitória contra a Sérvia, ambas do grupo do Brasil, assumindo posição contra o país dos adversários por serem defensores da causa de sua pátria o Kosovo?

SONORA Flávio José O filho do dono

https://www.youtube.com/watch?v=5syfaJLN6X0

Estadão Notícias

Prêmio demais, delação de menos

A denúncia apresentada pela Polícia Federal contra o procurador da República Marcelo Miller, o marchante de Anápolis Joesley

Batista e seus advogados por corrupção era inevitável, porque, de fato, a delação premiada, negociada pelo Ministério Público Federal sob os auspícios de seu chefe, Rodrigo Janot, até agora mostrou que deu prêmio demais para delação de menos, de vez que até agora o delator não contou como e por ajuda de quem, Lula e Dilma, se tornou o maior produtor de proteína animal do mundo. Resta saber quando o STF vai decidir sobre isso em vez de ficar, como de hábito, empurrando o julgamento com a barriga até as calendas gregas e evitando dessa forma explicar a participação do relator Edson Fachin, que a homologou. Este é meu comentário no podcast Estadão Notícias, no ar no Portal do Estadão desde 6 horas da terça-feira 26 de junho de 2018.

Para ouvir clique no link abaixo:

https://brasil.estadao.com.br/blogs/estadao-podcasts/estadao-noticias-protagonismo-global-esta-na-agenda-simbolica-da-visita-de-pence-ao-brasil/

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Politica, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/premio-sem-delacao/

Facebook
X
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine a nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

José Nêumanne Pinto

Blog

Jornal Eldorado

Últimas Notícias

Últimas Notícias