Comentário no Jornal da Gazeta: Desce do palanque, capitão!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Ao comprar uma briga contra todos os brasileiros que participaram de manifestações populares nas ruas, insatisfeitos com os cortes nos orçamentos das universidades federais, chamando-os de “idiotas úteis” e militantes que servem de “massa de manobra”, Jair Bolsonaro mostrou que, após quatro meses e meio no governo, ainda age como se estivesse no palanque atacando adversários e seduzindo prosélitos. Já passou a hora de assumir o mais importante compromisso de todos que é o de unir o País em torno de um programa para salvar o povo da desgraça em que foi jogado pela corrupção e pela roubalheira de seus antecessores do PT, PMDB, outros aliados e do PSDB, que pegou propina para fingir que fazia oposição. Grosserias do gênero só ampliaram a voz, que teria sido restrita, dos manifestantes e em nada ajuda.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos do comentário da quinta-feira 16 de maio de 2019

1 – Haisem – O que inspirou e a que ponto poderá levar o governo e o País a declaração dada pelo presidente Jair Bolsonaro em Dallas, no Texas, usando expressões grosseiras como “idiotas úteis” e “massa de manobra”

SONORA_BOLSONARO 1605 A

2 – Carolina – Manchete do Estado hoje é a seguinte: “Governo enfrenta protestos de rua e pressão no Congresso”. Que influência esse tipo de manifestação pode ter sobre a governabilidade já bastante fragilizada

3 – Haisem – Como, afinal, se saiu o ministro da Educação, Abraham Weintraub, no depoimento que deu na Câmara atendendo convocação aprovada por 307 deputados

SONORA_WEINTRAUB 1605ª

4 – Carolina – O que motivou o chamado Centrão a abandonar o ministro da Educação na Câmara e a comparação que seus líderes fizeram entre o movimento de rua de ontem e a mobilização desses mesmos partidos quando engrossarem o caldo do impeachment de Dilma Rousseff

5 – Haissem – Que impressão você teve da espécie de “fala ao trono” que o ex-presidente Michel Temer e seu advogado Carnelós protagonizaram à porta da casa do primeiro após ele ter sido dispensado da privação de liberdade pela decisão unânime da Sexta Turma do STJ com a cereja do bolo que foi o voto do presidente do colegiado, Nefi Cordeiro

6 – Carolina – O que você acha que motivou o ministro da Justiça, Sérgio Moro, a defender no Twitter o endurecimento do combate ao crime violento e contra a impunidade de quem rouba dinheiro público

7 – Haisem – Que conseqüências práticas poderá ter sobre os mandatos do senador Flávio e de seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, a divulgação da declaração de membros do Ministério Público do Rio a respeito dos indícios de lavagem de dinheiro dele quando era deputado estadual no Rio

8 – Carolina  – O que justifica, na sua opinião, as decisões disparatadas da ministra do STF Cármen Lúcia sobre o habeas corpus que ela concedeu e depois revogou para a quebra do sigilo do advogado da JBS, que a própria OAB negou ter pedido

Facebook
X
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine a nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

José Nêumanne Pinto

Blog

Jornal Eldorado

Últimas Notícias

Últimas Notícias