Comentário no Estadão Notícias: Ridículo e cínico

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nesta semana uma vez mais as instituições republicanas nestes tristes trópicos voltaram a encenar um episódio grotesco e da maior desfaçatez. O presidente Temer viajou para o vizinho Paraguai, onde compareceu a uma reunião do Mercosul, e, para que a Presidência não ficasse vaga e passasse para a presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, terceira na linha sucessória do vice que assumiu o lugar da presidente deposta, com a qual ele foi eleito, os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Eunício de Oliveira, também tiveram que viajar, um para a Argentina, outro para Portugal, contrariando o ditado popular segundo o qual quem vai pra Portugal perde o lugar. A piada não tem graça porque a conta do turismo forçado é salgada. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da terça-feira 19 de junho de 2018.

Para ouvir clique no link abaixo:

https://brasil.estadao.com.br/blogs/estadao-podcasts/estadao-noticias-distanciamento-da-politica-agrava-quadro-eleitoral/

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/ridiculo-e-cinico/

Facebook
X
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine a nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

José Nêumanne Pinto

Blog

Jornal Eldorado

Últimas Notícias

Últimas Notícias