Comentário no Estadão no Ar: Caso Geddel cheira mal

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Após o manifesto de apoio de 27 líderes das bancadas governistas a seu secretário de governo, Geddel Vieira Lima, o presidente Temer sentiu o conforto de que o flagrante de tráfico de influência por ele exercido, conforme denúncia do ex-ministro da Cultura Marcelo Callero, virar um episódio encerrado, enterrado por poderosos parlamentares como Renan Calheiros, Rodrigo Maia e André Moura (à sombra do resiliente Eduardo Cunha). Enganou-se: o caso continua causando repúdio e náusea a quem quer que testemunhe a pornográfica maquete do prédio que desfigura o centro de Salvador, deixando claro que o anspeçada Geddel está botando o chefe amigão em monumental gelada.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – da quarta-feira 23 de novembro de 2016, às 7h10m)

Para ouvir clique no link abaixo e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

http://radio.estadao.com.br/audios/detalhe/radio-estadao,direto-ao-assunto-caso-geddel-vieira-lima-exibe-a-baixissima-qualidade-da-politica-brasileira,665673

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/caso-geddel-cheira-mal/

Facebook
X
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine a nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

José Nêumanne Pinto

Blog

Jornal Eldorado

Últimas Notícias

Últimas Notícias