Comentário no Direto da Redação 3: Privilégio absurdo

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Constatação da lerdeza do STF pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot, chega a ser acaciana, mas a justificativa para ela – o Supremo foi criado para julgar recursos, não par seguir o fio da meada dos processos criminais – é uma desculpa amarela, que não pode ser justificada apenas pelo foro privilegiado de que gozam os com-mandato do Brasil. Nós, os sem-mandato, temos todos direito de exigir a extinção do privilégio que fere o princípio básico da igualdade do cidadão perante a lei e mais ainda: que os poderosos deste País tenham mais obrigação de cumprir fiel e rigorosamente a lei do que os cidadãos sem responsabilidade de poder.

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na terça-feira 6 de setembro de 1016, às 18 horas)

Para ouvir clique no link abaixo e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

http://radio.estadao.com.br/audios/detalhe/radio-estadao,comentario-de-rodrigo-janot-sobre-ritmo-da-lava-jato-e-tema-da-coluna-direto-ao-assunto,630172

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão clique no link abaixo

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/privilegio-absurdo/

Facebook
X
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine a nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

José Nêumanne Pinto

Blog

Jornal Eldorado

Últimas Notícias

Últimas Notícias