Comentário no Direto da Redação 3: O menestrel americano

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Bob Dylan não ganhou o Prêmio Nobel de Literatura de 2016 por sua poesia, pois o maior poeta entre os roqueiros é o canadense Leonard Cohen, nem pelos livros que publicou ou pelos filmes que produziu, mas, sim, por representar como ninguém a grande cultura americana. Em Desolation Row, em minha opinião a melhor e mais completa letra do rock, transformando esse fenômeno primal de rebeldia numa forma de cultura erudita, o menestrel americano juntou os dois maiores escritores do século 20 e que não receberam o prêmio mais importante para literatos, James Joyce e Jorge Luís Borges, num belíssimo texto surrealista. Ao contrário do que pensam os recalcitrantes, a premiação foi justíssima.

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na quinta-feira 13 de outubro de 2016, às 17h30m)

Para ouvir clique no link abaixo e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

http://radio.estadao.com.br/audios/detalhe/radio-estadao,o-premio-nobel-a-bob-dylan-e-tema-da-coluna-direto-ao-assunto,645992

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Politica, Estadão clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/nobel-para-o-menestrel/

Facebook
X
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine a nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

José Nêumanne Pinto

Blog

Jornal Eldorado

Últimas Notícias

Últimas Notícias